Hepatico biliar
BI/L cód. 011 (apto para diabéticos)

Excelente complemento nos casos de:

• Alergia alimentar
• Hepatite A, B ou C
• Insuficiência hepática
• Transaminases
• Dor de cabeça
• Enxaquecas
• Litíase biliar
• Hiperbilirrubinemia
• Hepatopatias
• Cirroses
• Hemorróidas
• Etc...

  • BI/L:
  • Plasmolisado de leveduras naturais de hortaliças e plantas,levulose; extratos naturais de cassis e mirto. Plantas aromáticas e fibras de toranja.

Todos os tipos de Bio-St.-Joseph possuem sabores deliciosos, próprios dos méis, dos extratos de frutas e da levulose que contém.  São tomados puros, sem diluir, bem insalivados, pois as enzimas neles contidas começam a serem ativadas no contato com a saliva. Podem ser tomados antes, durante ou depois das refeições, na seguinte dosagem:

  • Normal           3 colheres de chá, sobremesa ou sopa por dia
  • Forte              1 colher de sobremesa para cada 10 kg de peso por dia
  • Intensiva        Duplicar ou triplicar a dosagem Forte

 

 

 

 

 

Devem tomar os terminados em “/L” ou “Lev” (com levulose), puros, insalivando bastante. No caso dos diabéticos ou pré-diabéticos é melhor tomar durante ou após as refeições, na seguinte dosagem:

  • Começar com 1 colher de chá às 3 refeições e aumentar em função do controle da glicemia até 6 colheres de chá por dia.

Os Bio-St.-Joseph são excelentes para as crianças. Estimulam um crescimento equilibrado, auxiliam o desenvolvimento do sistema imunológico, sem suplantá-lo, sendo extraordinários nessa fase pela especial qualidade de suas proteínas, bem como pelo complexo B. As crianças se acalmam, crescem, têm maior aproveitamento escolar, não sucumbem às viroses, respiram e dormem melhor, pois suas rinites se aliviam quando não desaparecem.

Normalmente as crianças não têm dificuldades para ingerir o Bio-St.-Joseph, pois os méis e os extratos de frutas que ele contém dão um sabor delicioso e agradável. Mas, se for necessário, pode-se também misturá-lo no iogurte, mingau, ou espalhar sobre pão.

Considerando que em estudos farmacotoxicológicos realizados com células in vitro não foi detectada citotoxicidade mesmo em altíssima dose, não deve haver preocupação excessiva quanto à dosagem. A que segue dará ótimo resultado em cada caso.

  • Até 2 anos, 3 colheres de café (2 ml) por dia.
    Em caso de crises, 1 colher de café a cada hora ou a cada 30 minutos.
  • De 2 a 5 anos, 3 colheres de chá (5 ml) por dia.
    Em caso de crises, 1 colher de chá a cada hora ou a cada 30 minutos.
  • De 5 a 15 anos, 3 colheres de sobremesa (10 ml) por dia.
    Em caso de crises, 1 colher de sobremesa a cada hora ou a cada 30 minutos
    .
Facebook cONTATE-NOS iNFORMAÇÕES ADICIONAIS Homepage Voltar